image_pdfimage_print

O sistema operacional KaiOS se tornou o segundo mais utilizado na Índia. O software foi criado em 2017 para levar aos celulares de baixo custo funcionalidades de smartphones, como aplicativos.

Os celulares que rodam o KaiOS também estão alcançando números "impressionantes" nos Estados Unidos, diz o vice-presidente de marketing e negócios da empresa, David Bang. Foram 50 mil unidades vendidas no país. Os aparelhos são vinculados s operadoras americanas AT&T, Sprint e T-Mobile.

No ano passado, o KaiOS firmou uma parceria com a Google para incluir no sistema operacional aplicativos pré-instalados da gigante de tecnologia, como o YouTube, Maps e busca. A assistente virtual da Google também acompanha os smartphones com KaiOS. Tudo numa versão simplificada.

A parceria faz parte da estratégia da empresa para alcançar um bilhão de usuários. Com o sistema operacional, é possível fazer o download de games e redes sociais no dispositivo.

O KaiOS ressalta que 54% da população do planeta ainda não tem acesso básico internet. "Dispositivos móveis são a melhor maneira de acabar com essa divisão digital, mas smartphones comuns custam cerca de US$ 120. O preço é acessível para menos de 10% das pessoas que moram em países emergentes", destaca a empresa. Já os celulares de baixo custo – ou feature phones – têm preço abaixo de US$ 34.

KaiOS vs Android

Parece que as comparações entre o KaiOS e o Android Go são inevitáveis, uma vez que a Google tenta levar o Android para smartphones de baixo custo. Mas, segundo Bang, os dois produtos são completamente diferentes: "Sentimos que era um mercado muito mal servido e, honestamente, não achamos que esse tenha sido um mercado que a Google conseguiu resolver efetivamente".

Ele ainda pontua que as empresas têm foco diferente: o KaiOS trabalha para oferecer o sistema operacional em celulares sem tela de toque.

Bang diz que o KaiOS não incluíra em sua plataforma aplicativos para Android. "Não, não, não. A visão do KaiOS desde o primeiro dia foi ser enxuto e trabalhar em hardware muito simples".

Até o fim do ano, a expectativa é de que até 200 milhões de pessoas usem o sistema operacional. Atualmente, a Índia responde por cerca de 90% dos usuários ativos do KaiOS, mas a empresa agora tem planos de expansão para a África, Ásia e América Latina.

(Ler na fonte)


×
CREATE ACCOUNT ALREADY HAVE AN ACCOUNT?

 
×
Recuperar as informações de acesso?
×

Go up

Pular para a barra de ferramentas