image_pdfimage_print

A conversão de rolos de filmes analógicos para o digital normalmente envolve o investimento de uma bela quantidade de reais em um scanner ou, se você não quer ter muito trabalho, gastar mais ainda na digitalização em um laboratório de fotografia. Mas a Kodak quer facilitar — muito — todo esse processo e lançou o Kodak Mobile Film Scanner, um scanner portátil de filmes que traz uma estrutura de papelão (semelhante ao Google Cardboard), um aplicativo especial e uma luz LED que exige duas pilhas AA.

Em outras palavras, o Kodak Mobile Film Scanner é um sistema de digitalização de filmes analógicos, mais precisamente para negativos de 35 mm e slides. Para isso, basta usar o seu smartphone, o aplicativo especial citado anteriormente e a estrutura de papelão.

O scanner portátil da Kodak é montado diretamente na caixa que o armazena quando ele não está em uso. A metade inferior da caixa abriga a parte da mesa de luz do scanner, enquanto a parte superior é onde você colocará seu telefone. Embora feito de papelão, ele é forte o suficiente para segurar com segurança um celular sem problemas.


CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.

O scanner demora cerca de cinco minutos para ficar pronto para uso. A seção superior se desdobra com alças que são manuseadas na metade inferior. O smartphone fica no topo, com a câmera posicionada sobre um pequeno orifício projetado para ajudar a alinhá-la sobre a luz LED. Como o dispositivo foi projetado para funcionar com várias câmeras, você precisa ter o cuidado de posicionar o telefone perfeitamente para manter as digitalizações centralizadas e retas.

No aplicativo Kodak Mobile Film Scanner (disponível para iOS e Android), basta selecionar o tipo de filme que você está digitalizando (negativos coloridos, negativos preto-e-branco ou slides coloridos) e o aplicativo fará o resto, transformando automaticamente um negativo em uma imagem digital.

O rolo de filme desliza em um slot posicionado diretamente na parte superior da luz LED de fundo. Com os dedos, o usuário empurra ou puxa o rolo de filme até que a imagem esteja alinhada na pré-visualização exibida na tela do smartphone. Tocar na tela focaliza a câmera do smartphone e usa o ajuste automático do aplicativo, enquanto um único controle deslizante permite ajustes manuais na cor antes de fotografar.

Quando o filme estiver no lugar, pressione o botão da câmera no aplicativo para "digitalizar" o filme. A partir daí, o aplicativo vai direto para um conjunto de ferramentas de edição, incluindo cortar e ajustar imagem (as fotos horizontais precisarão ser giradas). O aplicativo também inclui filtros, exposição, saturação, nitidez, calor e um punhado de outras ferramentas de edição. Uma vez terminado, basta tocar na marca de seleção, que salvará a foto automaticamente e levará você a uma tela onde é possível compartilhá-la nas redes sociais e afins ou iniciar uma nova digitalização.

Se você gostou do Kodak Mobile Film Scanner, é possível comprá-lo na Amazon. E, o melhor de tudo: ele custa apenas US$ 40 (pouco mais de R$ 149 no câmbio de hoje).

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

(Ler na fonte)


×
CREATE ACCOUNT ALREADY HAVE AN ACCOUNT?

 
×
Recuperar as informações de acesso?
×

Go up

Pular para a barra de ferramentas