image_pdfimage_print

A Qualcomm entrou com uma nova ação contra a Apple na Alemanha exigindo que a fabricante retire os iPhone 7 e 8 de revendedores independentes sob a pena de ter de pagar uma “multa significativa” pela movimentação.

Em dezembro do ano passado, a Qualcomm ganhou uma ação contra a Apple por quebra de patentes na Alemanha, o que resultou na retirada dos modelos da loja da Apple no país. Contudo, de forma estratégica, a Apple informou em nota que “todos os modelos do iPhone permanecem disponíveis para os clientes por operadoras e revendedores em 4.300 locais em toda a Alemanha. Durante o processo de recurso, os modelos iPhone 7 e iPhone 8 não estarão disponíveis nas 15 lojas da Apple na Alemanha”.

Isso deu a entender para Qualcomm que a fabricante burlou a pena no país, já que a maioria das suas revendedoras ainda comercializa os produtos banidos pela justiça alemã. No processo, a Qualcomm informa que “uma multa significativa tem que ser imposta por conta disso”. Contudo, a empresa não detalhou valores.

Processo

A Qualcomm ganhou uma ação por conta da quebra de uma patente no país. A alegação é de que a Apple infringiu uma propriedade da Qualcomm fornecida pela Qorvo, usando chips que possuem tecnologia que evita gastos desnecessários com bateria no envio e recebimento de sinais sem fio.

Tanto a Apple quanto a Qorvo negam esta relação. Contudo, a Apple retirou os aparelhos de suas lojas mesmo assim.

A empresa norte-americana também ainda enfrenta o banimento de vendas de vários modelos de iPhones na China por motivos semelhantes. A Qualcomm também acusa a fabricante de usar patentes em chips de modens da Intel de forma irregular. Com isso, modelos mais recentes do iPhone foram impedidos de serem comercializados no país asiático.

Derrotas

Além disso, também nesta quinta-feira (31), o tribunal alemão rejeitou outros quatro pedidos da Qualcomm sobre quebra de patentes pela Apple. Neste caso, as acusaçẽos dizem respeito a uma tecnologia de capacidades de procura dentro dos iPhones.

Mais uma vez, a Qualcomm disse não concordar com a decisão e a Apple agradeceu pelos esforços. Esta é a segunda vitória do ano da empresa do iPhone.

No último dia 15, a fabricante de chipsets acusa a de smartphones de ter infringido mais uma patente por conta de um switch de transistores em seus chips da Intel, os quais estão nos novos modelos de iPhones. Embora não seja especificamente o caso, a decisão poderia levar a novas sanções de vendas para a Apple.

Assim como no processo atual, o tribunal considerou a acusação infundada.

(Ler na fonte)


×
CREATE ACCOUNT ALREADY HAVE AN ACCOUNT?

 
×
Recuperar as informações de acesso?
×

Go up

Pular para a barra de ferramentas