image_pdfimage_print

O gerenciamento de memória sempre foi um problema difícil para os navegadores de PC, com a falta de otimização canibalizando o desempenho dos softwares, dificultando a execução simultânea de várias abas e consumindo muito da memória da máquina.

A boa notícia é que as desenvolvedoras sempre estão de olho nos problemas, e a Mozilla anunciou que finalmente corrigiu um bug — que perdurava há oito anos — com uma solução que chega a ser bastante óbvia: fechar ou hibernar as abas mais antigas para liberar recursos.

Apesar de ser uma solução prática e bastante eficiente, há um problema nessa forma de tratativa, pois as tais abas antigas podem estar servindo para executar áudio pelo Spotify, por exemplo. Para não prejudicar os usuários que utilizam os seus navegadores dessa forma, a Mozilla criou um algoritmo que irá verificar e liberar a memória RAM utilizada pelas guias que, primeiro, não estejam reproduzindo áudio e que nem sejam fixas; depois, o navegador vai tratar as guias fixas que não estejam reproduzindo áudio para, no fim, verificar as guias que reproduzem áudio.

A correção está presente no Firefox 67 Nightly e pode ser controlada alterando o valor de preferência no caminho browser.tabs.unloadOnLowMemory.

(Ler na fonte)


×
CREATE ACCOUNT ALREADY HAVE AN ACCOUNT?

 
×
Recuperar as informações de acesso?
×

Go up

Pular para a barra de ferramentas