image_pdfimage_print

No ano passado, os brasileiros compraram 150 mil tablets a menos do que em 2017, resultando em queda de 4% nas vendas. É o que revela uma pesquisa da consultoria IDC.

O ritmo mais lento de vendas também foi observado durante 2017 em comparação com 2016. Apesar disso, a consultoria indica que o mercado de tablets no Brasil está relativamente estável.

Em 2018, foram vendidos 3,64 milhões de tablets. Só os meses de outubro, novembro e dezembro são responsáveis pela comercialização de 1,12 milhão de unidades.


Canaltech no Youtube: notícias, análise de produtos, dicas, cobertura de eventos e muito mais! Assine nosso canal no YouTube, todo dia tem vídeo novo para você!

Nos últimos dois anos, os tablets de crianças tiveram participação significativa no resultado de vendas. A tendência é de que em 2019 o mercado continue fortalecido entre o público infantil.

"Neste ano, os lançamentos podem receber um sistema operacional aprimorado para oferecer uma experiência de uso mais interessante para as crianças. Outros produtos devem chegar com telas maiores, acima de 7 polegadas, e design diferente", comentou o analista da IDC Wellington La Falce.No Brasil, mercado de tablets é impulsionado pelo público infantil

Mesmo assim, a expectativa é de queda de 5% neste ano, com um total de 3,44 milhões de tablets vendidos no Brasil.

No ano passado, os brasileiros compraram menos, mas gastaram mais com tablets. A receita foi de R$ 1,92 bilhão, um pouco maior do que os R$ 1,88 bilhão desembolsados em 2017.

"Os modelos de entrada, com preços mais acessíveis, foram comprados, mas a categoria que mais se destacou no ano passado foi a de aparelhos intermediários, com preços acima de R$ 500”, disse La Falce. O gasto médio dos brasileiros saltou de R$ 497 em 2017 para R$ 530 em 2018.

Além da participação de tablets infantis, outro destaque positivo de 2018 foram os negócios B2B. Foram vendidas 127 mil unidades de tablets para o setor corporativo, crescimento de 57% em comparação a 2017. "Os fabricantes estão começando a olhar para esse setor e a buscar parceiros para oferecerem soluções ao mercado de trabalho", afirmou o analista.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

(Ler na fonte)


×
CREATE ACCOUNT ALREADY HAVE AN ACCOUNT?

 
×
Recuperar as informações de acesso?
×

Go up

Pular para a barra de ferramentas