image_pdfimage_print

A Apple sempre primou pela excelência em seus equipamentos. Os primeiros kits de computadores Apple nem software tinham e, posteriormente, o design do produto sempre diferenciou a empresa dos seus concorrentes. Porém, uma mudança de paradigma está acontecendo.

Pela primeira vez em anos, a Apple tem mais vagas abertas para o setor de Software & Serviços do que para Hardware. O site Thinkum aponta que desde 2016 a categoria de emprego mais requisitada pelos Recursos Humanos da empresa foi Engenharia de Hardware — uma demanda que até 2018 superou em muito a de Software.

A mudança veio no terceiro trimestre de 2018, quando os engenheiros de software se tornaram os profissionais mais requisitados da Apple. “Isso coincide com o momento em que a Apple começou a falar mais sobre seus softwares e serviços, como o Apple Music, um novo serviço de streaming de vídeo e um serviço de assinatura de notícias”, lembra Joshua Fruhlinger, do Thinkum.

Em fevereiro, a Apple tinha quase 1,4 mil empregos relacionados a software e serviços, enquanto tinha pouco mais de mil engenheiros de hardware.

Em termos de receita, o hardware ainda sai na frente: US$ 51,98 bilhões só em vendas de iPhones, enquanto os aplicativos e serviços renderam US$ 10,9 bilhões no primeiro trimestre. Mas a Apple vem investindo bastante para aumentar seu faturamento em serviços — e as contratações passam por aí.

(Ler na fonte)


×
CREATE ACCOUNT ALREADY HAVE AN ACCOUNT?

 
×
Recuperar as informações de acesso?
×

Go up

Pular para a barra de ferramentas